sábado, 13 de agosto de 2016

Alimentos que protegem a pele dos danos do sol


A exposição constante e excessiva ao sol é um dos principais responsáveis por acelerar o envelhecimento da pele. A radiação ultravioleta promove alterações cutâneas que podem ir desde a atrofia da epiderme ou hiperqueratose a doenças como o cancro da pele. Além do uso de protectores solares (fotoprotectores externos), alguns nutrientes (fotoprotectores internos) podem ajudar a reduzir os riscos.

Uma dieta rica em alimentos que contenham vitaminas, minerais, antioxidantes e ingestão de água adequada, aliada a boas horas de sono e à prática de actividade física, pode reverter os danos causados pelo sol e melhorar a qualidade da pele. Conheça os alimentos que podem ajudá-lo a proteger a pele dos danos do sol.


1. Chá verde
Fornece catequinas que bloqueiam os danos que a radiação ultravioleta produz no ADN, segundo os estudos realizados com pele humana.

2. Toranja
Rica em astaxantinas, poderosos antioxidantes que se encontram em outros alimentos com tom rosado. Estes pigmentos protegem eficazmente dos raios UV. Frutas cítricas: Além de serem ricas em vitamina C, as frutas como laranja e limão contêm limoneno, um nutriente com propriedades antioxidantes.

3. Chocolate negro
Ao contrário do chocolate de leite, o conteúdo do cacau preto apresenta uma alta composição em flavonóides que retardam o envelhecimento celular causado pela luz ultravioleta. Quanto mais conteúdo em cacau tem um chocolate e menos processado é, mais protege do sol.

4.  Cenoura e Batata-Doce
O alimento protector mais popular. A cenoura é rica em caratenóides tal como os brócolos, os agriões e as couves de Bruxelas, um pigmento que protege as plantas da exposição solar continuada e que faz o mesmo com a sua pele.
O betacaroteno é o pigmento vermelho-alaranjado encontrado em muitas frutas e vegetais, incluindo cenouras e batatas doces. O betacaroteno tem sido comprovado para reduzir o risco de queimaduras solares. Comer estes alimentos regularmente "protege significativamente a pele contra queimaduras solares".

5. Amêndoa
Rica em vitamina E, um potente bloqueador da luz solar. A vitamina E é um antioxidante que ajuda a proteger as células contra a luz ultravioleta e outros factores ambientais que geram radicais livres – em quantidades aumentadas levam ao envelhecimento precoce.

6. Cacau
Contém flavonóides, antioxidantes capazes de melhorar a aparência de peles ásperas e de proteger contra os danos do sol. Estudos recentes mostraram que o consumo diário de cacau melhora a pele em geral e promove maior resistência aos efeitos dos raios UV.

7. Semente de linhaça
Seus ácidos gordos ómega-3 melhoram a aparência das manchas, ajudam a minimizar as linhas de expressão e promovem hidratação.

8. Espinafre
Rico em ácido fólico, reforça a capacidade da pele se renovar, prevenindo o envelhecimento.

9. Tomate Melancia e Mamão
Tomate, melancia e mamão têm algo em comum. Todos contêm uma substância chamada licopeno que não se limita a proteger contra vários tipos de cancros, mas também pode reduzir o risco de doenças cardíacas e tem sido usado para combater o HPV, a catarata e a asma. Num estudo feito no Reino Unido, a pasta de tomate foi especificamente estudada para descobrir os seus efeitos sobre a pele. Os resultados do estudo descobriram que o licopeno no tomate, de fato, protege contra os danos do sol a curto e a longo prazo. Alguns outros alimentos ricos nessa fonte são a toranja rosa, goiaba, caqui, pimenta em pó, couve roxa, salsa seca e manjericão. Então adicione alguns tomates frescos, salsa e manjericão na massa que cozinha.
O tomate quando aquecido liberta o licopeno, antioxidante que ajuda na eliminação dos radicais livres e previne o envelhecimento da pele causado pelos raios UV. Ricos em licopeno, um carotenóide que está sendo estudado por sua capacidade de proteger a pele contra os danos solares. O licopeno actua como um reflector dos raios UVA e UVB. Além disso, é antioxidante, contribuindo no combate dos radicais livres, do envelhecimento precoce e do câncer de pele. As suas oxidações actuam como se tingissem a pele internamente mesmo sem a presença dos raios solares, dando um aspecto bronzeado e dourado, e ainda contribui para a duração da cor.

10. Castanha-do-pará
É rica em selênio, nutriente que ajuda a preservar a elastina, uma proteína que mantém a pele lisa e firme.

11. Romãs
São fonte de ácido elágico, um polifenol responsável pela coloração vermelha da fruta. O ácido tem potente propriedade antioxidante que age contra os possíveis danos causados pelo sol.

12. Frutas vermelhas
Mirtilos e framboesas também contêm altos níveis de ácido elágico, e ajudam a prevenir e atenuar manchas. Estudos ainda apontam que esse ácido pode aumentar em até 25% o factor de protecção do filtro solar que você espalha na pele. Morangos são ricos em Vitamina C, óptima para melhorar a defesa do organismo e combater o envelhecimento precoce. Facilita a absorção do ferro, aumenta a resistência a infecções e favorece a cicatrização de queimaduras.

13. Uvas vermelhas
Também são ricas em quercitrina. Você pode colocá-las no congelador e terá um delicioso aperitivo gelado para os dias quentes.

terça-feira, 19 de julho de 2016

Superalimentos para Dormir Melhor



Carboidratos x proteínas

O que devemos consumir para dormir bem: carboidratos ou proteínas? A resposta, aparentemente, é: ambos.
A chave é algo que se chama triptófano, um aminoácido que é o precursor de serotonina e da melatonina, os químicos indutores de sono no cérebro. O triptófano está presente em pequenas quantidades em quase todos os alimentos proteicos e em quantidades mais altas em aveia, banana, tâmaras e milho.
Para que o triptófano tenha efeito, é preciso cruzar a barreira de sangue do cérebro (seu sistema de segurança). Para conseguir isso, ele tem de competir com outros aminoácidos.

Segundo alguns estudos, combinar alimentos ricos em triptófano com carboidratos dá uma vantagem a esse aminoácido.
Os carboidratos estimulam a liberação de insulina, que ajuda a tirar outros aminoácidos do fluxo sanguíneo, dando mais chances ao triptófano de chegar ao cérebro.
Ainda é preciso investigar mais, e é importante levar em conta que a quantidade de triptófano nos alimentos é relativamente pequena e que, por isso, talvez isso tenha um efeito modesto.

~~~~~~~~~~~~~~~

BananasAs bananas tem relaxantes musculares naturais, magnésio e potássio, que ajudam a promover o sono.
O fruto é também uma boa fonte de vitamina B6, melatonina que o corpo necessita para levar a indução do sono.
O conteúdo de alto carboidrato da banana vai ajudar a torná-lo sonolento.
Misture uma banana madura com um copo de leite.
Misture completamente para fazer um suco saboroso na hora de dormir.
Beba pelo menos uma hora antes de dormir regular.


Por serem ricos em triptofano, magnésio e gorduras ómega-3 e ómega-6, os frutos secos (nozes, amêndoas, pistácios) são uma boa opção para um snack se tiver fome antes de se deitar.
As amêndoas são uma boa fonte de magnésio, que promove o relaxamento muscular que promove o sono.
Um estudo publicado no jornal de medicina ortomolecular descobriu que, quando os níveis de magnésio do corpo são muito baixos, é mais difícil dormir.
Além disso, amêndoas fornecem proteína suficiente para ajudar a estabilizar o seu nível de açúcar no sangue durante o sono.
Eles também ajudam seu corpo a controlar a adrenalina e alerta sobre o ciclo digestivo.
Coma apenas um punhado de amêndoas torradas secas ou uma colher de sopa de manteiga de amêndoa pelo menos uma hora antes de ir para a cama para adormecer mais rapidamente.



cerejasAs cerejas contêm uma boa quantidade de melatonina, a substância química que ajuda a controlar relógio interno do corpo.
De acordo com um estudo publicado no Jornal de Botânica Experimental, comer um punhado de cerejas, precisamente poucas horas antes de ir para a cama irá ajudá-lo dormir melhor.
Se cerejas frescas não estiverem disponíveis, você pode optar por suco de cereja ou mesmo secas ou cerejas congeladas.
De acordo com pesquisadores das universidades da Pensilvânia e Rochester, pessoas com insônia crônica tem de beber um copo de suco de cereja duas vezes por dia até que sua condição melhore.


cereais fortificadosCereais integrais antes de dormir.
Porque são carboidratos de absorção lenta, e significa que o corpo os digere a uma velocidade lenta, liberando a glicose gradualmente na corrente sanguínea.
Ele também aumenta a produção de triptofano e serotonina no sangue, incentivando assim o sono.



Alface contém lactucarium, que tem propriedades sedativas e funciona da mesma maneira como a papoula do ópio.
Verde folhoso, a alface também é rica em cálcio que ajuda a trazer no sono, bem como potássio que é um nutriente fundamental para o sistema nervoso.
Além disso, a alface ajuda a tratar a ansiedade, dores de cabeça e muscular ou dor nas articulações que pode causar inquietação durante toda a noite.
Para dormir bem, você pode beber uma xícara de chá de alface antes de ir para a cama.
Ferva uma ou duas folhas de alface por cinco minutos em dois copos de água.
Deixe esfriar, coar e adoçar a mistura.
Beber uma xícara deste chá pelo menos meia hora antes de ir para a cama.


chá relaxante para um sono tranquiloPara dormir melhor, Evite cafeína e bebidas alcoólicas à noite.
Mas você certamente pode desfrutar de uma xícara de chá de ervas para auxiliar o sono.
Chá verde descafeinado e chá de camomila são as melhores opções para isso.
Chá de camomila tem substâncias químicas que relaxam nervos e músculos e agem como um sedativo leve.
Chá verde contém theanine, que ajuda promover o sono. Escolha o chá verde ou de camomila, o que você gosta e beber uma xícara de uma ou duas horas antes de dormir.
Você pode ler mais sobre os benefícios do chá verde, aqui.
Comer estes alimentos apenas algumas horas antes de dormir vai ajudá-lo a adormecer mais rapidamente e até mesmo melhorar a qualidade do seu sono.


Assada ou cozida, as batatas são deliciosas – e não só são deliciosas, como também as batatas são uma grande fonte de triptofano (o hormônio indutor do sono), bem como, também têm um efeito calmante geral que é benéfico tanto para o seu corpo como para a sua mente.




Toranja e melancia
Toranja e melancia. O licopeno, um poderoso antioxidante, está associado a boas noites de sono. E pode ser encontrada nos toranja, melancia, tomate e mamão





Pasta de gão de bico (homus)
Pasta de gão de bico (homus) é rica em vitamina B6, necessária para produzir melatonina. Pode sempre acrescentar também grão na sopa ou numa salada, por exemplo, ao jantar




segunda-feira, 4 de julho de 2016

Plantas que são Antibióticos Naturais

alimentos e ervas que são verdadeiros antibióticos naturais

No Mundo todo, hoje em dia, há um excesso de uso de medicamentos - para baixar a febre, reduzir as dores, diminuir os processos inflamatórios, são os principais sintomas que incomodam as pessoas, ou que as assustam. Dentre esses, os mais conhecidos são o paracetamol e o ibuprofeno, que já caracterizam uma geração de dependência.


Não apenas ervas aromáticas ou alimentos, mas remédios reais e antibióticos naturais, graças às suas propriedades curativas. Veja como definir do ponto de vista da cura natural alimentos como o alho ou a cebola, ervas como orégano e especiarias como gengibre e canela, que estão cada vez mais sendo estudados pela ciência por causa das propriedades curativas que os caracterizam. Vamos descobrir algumas alternativas naturais para medicamentos tradicionais.



Echinacea
A echinacea tem sido muito utilizada para o fortalecimento do sistema imunológico. É considerada útil para a prevenção e tratamento de doenças sazonais, como resfriados e gripes. A echinacea é de fato particularmente adequada no caso de doenças das vias respiratórias superiores, o que pode incluir, além dos resfriados, as tosses. É também indicada para o tratamento de infecções que envolvem o trato urinário.


Alho
O alho é considerado desde os séculos passados, por suas eficazes propriedades curativas, um remédio natural. É rico em antioxidantes, capazes de contribuírem para a destruição de radicais livres, responsáveis pela deterioração do organismo, ação que ao decorrer do tempo pode levar a doenças cardíacas e câncer. O alho ajuda a reduzir a pressão arterial, combate as infecções da pele e protege o coração.


Gengibre
O gengibre é uma verdadeira panaceia para a saúde. Pode ser consumido fresco, como um alimento em si, ou sob a forma de especiarias e condimentos, depois de ser secado e reduzido em pó. O efeito benéfico do gengibre prevê sua utilização na preparação de infusão, úteis para o tratamento e prevenção da gripe, dor de garganta, tosse e resfriado. O gengibre também tem sido relatado entre os dez alimentos de maiores propriedades anticâncer.


 Cebola
A cebola, assim como o alho, são considerados verdadeiros medicamentos naturais por sua poderosas propriedades antibacterianas. Às cebolas também são atribuídas as propriedades diuréticas, o que as tornam úteis para ajudar o corpo a purificar-se. Eles desempenham também um papel anti-inflamatório e melhoram a circulação sanguínea. São úteis para a prevenção e para o tratamento de constipações, gripe e dor de garganta.


Abacate
O abacate foi considerado do ponto de vista científico, como um importante alimento para obtenção de extratos eficazes contra bactérias multirresistentes a antibióticos, como certos tipos de estafilococos. A melhor variedade da fruta, nesse ponto de vista, é representada pelo abacate chileno, uma das espécies vegetais características da floresta tropical sul-americana, um verdadeiro tesouro de biodiversidade.


Chá verde
Das folhas do chá verde, além da bebida bem conhecida, é possível obter um polifenol especial, capaz de atuar sinergicamente com antibióticos no tratamento de bactérias, como a Streptococcus e nas infecções por E. coli. O chá verde é rico em antioxidantes considerados capazes de realizarem uma ação preventiva contra o aparecimento de diferentes tipos de câncer, particularmente os relacionados à pele.


Neem
Das folhas e dos frutos da árvore de Neem (Azadirachta indica), se obtém um poderoso óleo curativo, normalmente usado na medicina tradicional indiana. À ele são atribuídas propriedades antifúngica, antibacteriana, antiviral e anti-parasitária. O óleo de Neem para uso interno deve ser obtido especificamente para este fim e ser 100% puro.


Orégãos
O orégão não é simplesmente uma erva aromática utilizada na culinária somente para dar sabor aos pratos, mas é também uma verdadeira erva medicinal, útil para proteger a nossa saúde graças às suas propriedades terapêuticas que permitem defini-lo como um analgésico, anti-séptico e anti-espasmódico natural. O óleo essencial derivado dele tem fortes propriedades anti-bacterianas e a sua utilização é útil na aromaterapia para o tratamento de doenças relacionadas com o sistema respiratório.


Pau d’Arco
O Pau d'Arco é uma espécie vegetal de origem sul-americana que contém substâncias consideradas eficazes no tratamento de infecções virais, bacterianas e fúngicas. Ele fortalece o sistema imunológico e tem a capacidade de neutralizar muitas doenças sem provocar efeitos colaterais. Segundo especialistas em medicina natural, o Pau d’Arco deveria ser usado no lugar dos antibióticos para o tratamento das infecções mais comuns.



Canela
Uma espécie que não deve ser considerada apenas como ingrediente para dar sabor aos doces e sim, como um tesouro de propriedades benéficas úteis para a nossa saúde. Alivia a dor menstrual, é um antibacteriano natural, reduz a dor causada pela artrite, ajuda a regular o nível de açúcar no sangue e é um remédio natural contra resfriados e dores de garganta.

Fonte Green Me

sexta-feira, 1 de julho de 2016

Aveia: contém ou não contém glúten?

aveia

Muitos são celíacos ou intolerantes a essa proteína e tantos outros resolveram aderir a uma dieta gluten free. O assunto “ganhou destaque” há pouco tempo. Por isso, dúvidas, mitos e informações equivocadas são frequentes. A aveia é um dos alimentos que confunde bastante as pessoas.
Vem desvendar esse mistério!
O glúten está presente em 4 elementos: o trigo, a cevada, o centeio e o malte.

E a aveia, onde entra nessa história?
Durante um programa de saúde que eu apresentava, uma médica e uma nutricionista me explicaram essa coisa toda e vou repassar essa informação à vocês.
A aveia é um grão naturalmente sem glúten.


E como aparece a inscrição CONTÉM GLÚTEN na embalagem?

Isso acontece, pois a aveia que encontramos no Brasil e em vários países do mundo contém glúten. O cereal normalmente é contaminado durante todas as etapas ou em alguma parte do seu processo de produção, moagem, armazenamento e etc.

Para que a aveia seja certificada como GLUTEN FREE, ela precisa:
– Ter sido plantada em um lugar onde não há contaminação nenhuma. Ou seja, que na entre safra não seja plantado na mesma área trigo ou algum dos elementos que contém glúten.
– Além disso ela deve ser processada em uma máquina exclusivamente para ela, embalada e etc.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Levedura da cerveja – O que é e quais os seus benefícios



O que é a levedura de cerveja?
A levedura de cerveja é um tipo de fungo unicelular conhecido como Saccharomyces cerevisiae. Juntamente com outras espécies de Saccharomyces, a levedura de cerveja era utilizada para fermentar cerveja e alguns tipos de pão. Estas propriedades foram descobertas no decorrer do século XIX. Hoje em dia, além das utilizações mencionadas, a levedura de cerveja tem também um peso importante como suplemento alimentar, encontrando-se sob a forma de pó, comprimidos e líquido.
Composição nutricional da levedura de cerveja
Possui até 50% de proteínas de elevada qualidade pelo seu alto valor biológico, com um balanço equilibrado de aminoácidos essenciais. É um suplemento considerado extremamente interessante em termos nutricionais mas também devido à sua riqueza em vitaminas do complexo B, entre as quais B1, B2, niacina, ácido pantoténico, B6 e ácido fólico.
É também uma fonte considerável de ácidos nucleicos que estimulam o sistema imunitário e estão associados à melhoria da função cerebral e memória. Quanto aos minerais e oligoelementos, destacam-se o magnésio, potássio, ferro, selénio, fósforo e crómio.
Benefícios e aplicações da levedura de cerveja
Por ser muito nutritiva, a levedura de cerveja tem uma aplicação alargada. Devido às suas propriedades reconstituintes, a levedura de cerveja é aconselhada para desportistas, crianças em fase de crescimento, grávidas, idosos e doentes em convalescença.
A riqueza em vitaminas do complexo B e minerais torna-a benéfica para a manutenção da saúde do cabelo, unhas, pele e casos de acne, eczemas e psoríase. Estudos também demonstram que a levedura de cerveja favorece o perfil lipídico e aumenta a tolerância à glicose, sendo por esse motivo um suplemento indicado para diabéticos [*1]. A levedura de cerveja também se mostrou promissora no tratamento de resfriados e constipações [*2].
Pode também ser utilizada em regimes de emagrecimento, pois quando tomada antes da refeição induz saciedade devido ao conteúdo de proteína. Por outro lado, tendo em conta os nutrientes que comporta, em caso de necessidade de aumento de peso também pode ser útil, recomendando-se a sua introdução numa refeição, adicionada aos cereais de pequeno-almoço, sopa ou sumos, por exemplo, ou em comprimidos após as refeições.
REFERÊNCIAS OU NOTAS:
[*1] – Li, Y., Effects of brewer’s yeast on glucose tolerance and serum lipids in Chinese adults, Biological Trace Element Research 41(3):341-7, Junho 1994 (LINK)
[*2] – Moyad, M. et. al.Effects of a modified yeast supplement on cold/flu symptoms, Urologic nursing 28(1):50-5, Fevereiro 2008 (LINK)
– Moyad, M. et. al.Brewer’s/baker’s yeast (Saccharomyces cerevisiae) and preventive medicine: part I, Urology Nursing 27(6):560-1, Dezembro 2007 (LINK)
– Moyad, M. et. al.Brewer’s/baker’s yeast (Saccharomyces cerevisiae) and preventive medicine: part I, Urology Nursing 28(1):73-5, Fevereiro 2008 (LINK)


segunda-feira, 27 de junho de 2016

Repelentes Naturais e Ecológicos


Melgas & Mosquitos

Óleo de citronela: colocar entre 6 a 8 gotas do óleo de citronela na água do banho, ou aplicá-lo directamente sobre a pele, diluído com óleo de amêndoa, uva ou camomila.

Dica para Melgas: CRAVO NO LIMÃO

Anotem essa RECEITA... e também divulguem para tantos quantos quiserem, para eliminar esses "bichinhos" intrusos.
Esta dica é óptima para quem faz as refeições ao ar livre.

Cravos espetados em limão, afastam as moscas e os mosquitos.
Um repelente eficiente e barato.
Posso garantir que funciona mesmo.
O limão, quem diria, não tem o mesmo prestígio entre as moscas e os mosquitos.
Aliado ao cravo, ajuda-nos a combater o Aedes Aegypt.

É um repelente de mosquitos O cravo-da-índia, espalhado por superfícies, é muito utilizado para afastar formigas.
Contra moscas e mosquitos era novidade, até que experimentei e fiquei admirado com os resultados.
Faça como na foto.
Enterre alguns Cravos em meio Limão.
Faça isso com 3 ou 4 limões e espalhe pela casa.
Mais uma arma para afastar os mosquitos e se prevenir contra a dengue, malária e outras doenças transmitidas por mosquitos.

Use também na geladeira para afastar maus odores.


mosquito-braço-repelente-caseiro

Para quê gastar dinheiro quando podemos fazer em casa o nosso próprio repelente? Aqui ficam as receitas:

— Para o corpo:
Ingredientes:
– 1/2 litro de álcool;
– 2 colheres sopa de cravo da índia;
– 100 ml de óleo de bebé (ou óleo mineral, de amêndoas, etc).
repelente natural caseiro insetos mosquitos melgas cravinho

Preparação:
– Coloca o álcool numa garrafa de vidro de 1 litro e adiciona os cravos da índia. Deixa a mistura 4 a 8 dias, agitando duas ou mais vezes por dia (quanto mais tempo fica e mais se agita mais concentrado vai ficar).

O álcool irá extrair o óleo essencial do cravo da índia, que tem propriedades repelentes de vários insectos para além dos mosquitos como por exemplo formigas e até as pulgas dos animais.

– Após 4 dias de infusão junta o óleo escolhido.

– Coa a mistura e coloca em frascos bem limpos e de preferência com tampa de borrifador, para facilitar a aplicação (caso não tenhas este tipo de tampa, coloca uma gota em cada braço e pernas e espalha, os mosquitos serão repelidos).

O óleo e o álcool não se misturam completamente, por isso antes de usar agita bem o frasco antes de aplicar.
A mistura tem de ser reaplicado a cada 6 h aproximadamente.


repelente natural mosquitos melgas insetos laranja


— Para o ambiente:
Podes ainda aproveitar o aparelho eléctrico de pastilhas repelentes. Corta a casca de laranja no mesmo formato da pastilha e coloca-a no mesmo local. O aquecimento do aparelho provoca a libertação de ácido cítrico presente na casca, que os insectos não gostam nada.

***Um dica da nossa amiga Maria Tica Prayce
 testado no campo alentejano e em Maputo ..e funciona: macerar num frasco com álcool durante alguns dias cravinhos da índia, pimenta da jamaica, e erva principe. Pode pôr também alecrim ou alfazema. Coar para um frasquinho spray e juntar algum Oleo bebé ou de amendoas. Chocalhar antes de usar para misturar bem o álcool e o óleo. Pode usar no corpo, nas molduras das portas e janelas.

***
Recolhe folhas de lavanda (lavandula sp), tabaco (Nicotiana tabacum), alecrim ( Rosmarinus Officinalis) e piretro (Tanacetum cinerariifolium), deixa-las secar. depois de secas tritura esta mistura até fazer um pó, podes usa-la como pó ou misturar com água deixando a macerar durante 24 horas, depois é coar e usar para borrifar. Cada planta pode ser usada individualmente, mas estas plantas combinadas mostram-se muito eficazes.

A Citronela ( erva cidreira) é outro excelente repelente natural ( muitas vezes vemos velas feitas com essências de Citronela). A camomila é também outro excelente repelente. Estas duas plantas combinadas funcionam de uma forma altamente eficaz.
Junta-se aproximadamente 30g de folhas de cada planta levar a ferver em 3 litros de água, deixar arrefecer, coar e usar.

Outros repelentes naturais são os citrinos ( muito usado para as pulgas) mas cuidado ao utilizar pois em quantidades excessivas são tóxicos para alguns animais de estimação! NÃO DEVE DE SER USADO EM GATOS, É MUITO TÓXICO PARA ELES!

Basicamente e fazer um chá com cascas de citrinos (não importa quais,vai resultar bem),deixar ferver. Depois de arrefecer podes usar para pulverizar o quintal a casa as camas dos animais, dar banho a animais...etc

MOSCAS e MOSQUITOS
Pôr, penduradas em jarras ou vasos, as seguintes ervas em molhos: sabugueiro, alfazema, hortelã, hortelã-pimenta, artemísia, poejo, arruda e abrótano.
Pendurar pedaços de raiz pegajosa da énula-campana nas portas, janelas, etc.
Folhas de louro, eucalipto e manjericão, maceradas em água ou espalhadas pelo ambiente.
Queimar um pau de incenso também ajuda a afastar as moscas.


domingo, 26 de junho de 2016

Como tirar riscos da mobília?


                            ANTES                                       DEPOIS

Claudia Santos
Queria aqui deixar um obrigado à pessoa que colocou a dica de esfregar os móveis com uma noz - fantástico!  Aqui fica uma foto do antes e depois!

Carla Neves Com noz? Como assim?

Claudia Santos Com o miolo da noz, a parte amarela. Esfrega-se na superfície e o óleo q sai faz desaparecer o risco.

Claudia Santos O mais interessante é q também experimentei com óleo de noz da garrafa e não teve o mesmo efeito!

Carla Neves Uma boa dica :-) obrigada

Marlene Morais A sério? Espetacular!

Marcia Dominguez Espetaculo! Tenho de experimentar!

Vanessa Reviera É verdade, tb já experimentei e é incrivel!!! Já não me lembro quem foi mas foi uma excelente dica :)

Tatiana Santinha Não acredito!! Que dica fantástica!

Ana Matias Tambem ja fiz e deu resultado sim

sexta-feira, 24 de junho de 2016

Kit de Primeiros Socorros

Aloe Vera (uso externo*)
Óxido de Zinco - cicatrizante
Vitamina C - anti-oxidante
Vitamina A - regenerador celular
Óleo essencial Tea Tree(uso externo**)
Chá de camomila e calêndula para cicatrizar e acalmar a pele 
Argila
Kit: em casa
Kit: em viagem


(*) 
hidratante, adstringente, emuliente, antiinflatório, analgésico e protetor da pele contra os raios UV do sol, imunoestimulante, retardador do envelhecimento da pele, excelente cicatrizante em cortes, ferimentos e queimaduras em geral, auxiliar nos tratamentos de:acne, alergias e picadas de inseto, erupções, edemas, eczemas, manchas, crostas, seborréias, caspa e queda de cabelos, psoríase, erisipela, úlcera varicose, escaras, câncer de pele, herpes simples e de zortes, além do uso cosmético.

(**)
Em feridas ou assaduras: use um óleo, que deve ser de origem vegetal, de sementes de uva ou de amêndoas doces e misture 2 gotas de óleo essencial Tea Tree. Depois disso, passe na pele da criança. É importante ressaltar que crianças com menos de 5 anos são mais sensíveis aos óleos essenciais. Sendo os óleos essenciais substâncias concentrados, não utilize o produto puro sobre a pele da criança, porém sempre diluído em óleo vegetal.


Óleo essencial de lavanda- cicatriza, anti séptico e acalma também o espírito
Gel de Aloe Vera- imensas propriedades regeneradoras, cicatrizastes, acalma, reduz edema...  
Como utilizar: 1 c sopa gel aloe vera + 3 a 4 gotas de óleo essencial.
 Gel anti bacteriano e cicatrizante 
 1 c sopa gel aloe Vera
 2 gotas de oe Arvore cha
2 gotas oe lavanda
 Misturar e aplicar
 Nota: os OE só convém serem utilizados em crianças a partir dos 3 anos nessa dosagem e só colocar 1 vez por dia.
Para bebés até 2 anos: 1 c sopa gel de aloe Vera 1c de chá de infusão forte de camomila Misturar até ficar uma pasta


KIT:
compressas e ligaduras
algodão e cotonetes
desinfetante para a pele: soro fisiológico
adesivo
luvas descartáveis
pinça
sabonete vegetal
termómetro
tesoura



LISTA EM CONSTRUÇÃO


https://www.facebook.com/groups/crescervegetariano/permalink/982123761904950/

http://celeiro.pt/conteudo/planta

quarta-feira, 22 de junho de 2016

E o Zinco?

Embora o zinco não se encontre em grandes quantidades em alimentos vegetais, os vegetarianos tendem a ter níveis de zinco adequados. As melhores fontes vegetais de zinco são as leguminosas (como feijão, grão-de-bico, ervilhas), frutos secos (como noz, caju, amendoins), sementes e flocos de aveia.

A tabela seguinte apresenta a dose diária recomendada de zinco, em miligramas.4
IdadeHomensMulheresGravidezAleitamento
0-6 meses2 mg2 mg----
7-12 meses3 mg3 mg----
1-3 anos3 mg3 mg----
4-8 anos5 mg5 mg----
9-13 anos8 mg8 mg----
14-18 anos11 mg9 mg13 mg14 mg
>19 anos11 mg8 mg11 mg12 mg

Sintomas de deficiência de zinco incluem fraco crescimento e atraso na maturidade sexual nas crianças, dificuldade em sarar feridas, perda de cabelo, sistema imunitário debilitado e dermatite (sobretudo em torno das cavidades corporais).1
A proteína aumenta a absorção de zinco. Por este motivo, os alimentos ricos em proteína e em zinco, tais como as leguminosas e os frutos secos, são boas opções.2 A levedação do pão (a maioria do pão é levedado) e a fermentação de alimentos à base de soja (tempeh e miso) também melhoram a absorção de zinco.2
Alguns factores numa dieta vegetariana ou vegana podem reduzir a absorção de zinco, aumentando a dose necessária até 50%.5
Um suplemento modesto de zinco, de 50 a 100% da DDR, deverá ser seguro para quem esteja preocupado. Uma suplementação demasiado elevada de zinco pode reduzir a absorção de cobre, pelo que é aconselhável suplementar com uma quantidade inferior de zinco e ingerir também cobre.
A tabela seguinte apresenta o conteúdo de zinco de alguns alimentos vegetais.3

AlimentoDoseZinco (mg)
Tofu, cru1/2 chávena2,0 mg
Tempeh, cru1/2 chávena1,0 mg
Grão-de-bico, cozido1/2 chávena1,3 mg
Feijão catarino, cozido1/2 chávena0,8 mg
Feijão encarnado, cozido1/2 chávena1,0 mg
Lentilhas, cozidas1/2 chávena1,3 mg
Amêndoas, inteiras1/4 chávena1,1 mg
Nozes, pedaços1/4 chávena0,9 mg
Pistácios1/4 chávena0,7 mg
Noz pecã, metades1/4 chávena1,1 mg
Amendoim, cru1/4 chávena1,2 mg
Manteiga de amendoim2 colheres de chá0,9 mg
Sementes de girassol, torradas1/4 chávena1,7 mg
Milho amarelo, cozido1 chávena0,9 mg
Ervilhas, cozidas1/2 chávena1,0 mg
Flocos de aveia1 chávena2,3 mg
Caju, torrado1/4 chávena1,9 mg
Sementes de chia (Salvia hispanica)28 g1,0 mg
Bróculo cozido, cortado1/2 chávena0,4 mg


Referências:
  1. Groff J, Gropper S. Advanced Nutrition and Human Metabolism, 3rd ed. Wadsworth: 2000.
  2. Messina V, Mangels AR. Considerations in planning vegan diets: children. J Am Diet Assoc. 2001 Jun;101(6):661-9.
  3. USDA National Nutrient Database for Standard Reference.
  4. Dietary Supplement Fact Sheet: Zinc. Office of Dietary Supplements. National Institutes of Health. Consultado em 15/12/2010.
  5. Dietary Reference Intakes for Vitamin A, Vitamin K, Arsenic, Boron, Chromium, Copper, Iodine, Iron, Manganese, Molybdenum, Nickel, Silicon, Vanadium, and Zinc (2001) Food and Nutrition Board, Institute of Medicine. Consultado em 28/12/2010.
© 2003–2011 Jack Norris, Nutricionista. Original em VeganHealth.org.

Fonte: Mudar o Mundo


E o Ferro?


A absorção do ferro, é aumentada com a ingestão conjunta de alimentos levemente ácidos (ou proteínas) e também por alimentos ricos em ácido ascórbico (vitamina C).

invista em sumos de frutas+legumes+cereais...

BOMBA de ferro e vitaminas!!!

  • BETERRABA+TOMATE+MELANCIA+ESPINAFRES+AGRIÃO+SALSA+QUINOA+LEVEDURA+ÁGUA DE COCO
  • agrião+beterraba+cenoura+espinafre+nabo+rábano+tomate

Adicionar SEMPRE SUMO de 1 limão/laranja para melhor absorção do ferro!


Fontes de Ferro: 
Alimentos mais ricos em ferro [clique aqui]
Ferro? [clique aqui]






Detergentes Caseiros- Onde comprar?


Detergente Caseiro para a Roupa

Detergente caseiro para a máquina da loiça

Nozes de saponária, detergente ecológico e económico para roupa e loiça!

Onde comprar?

Detergente caseiro para a máquina da loiça


+-260g/ até 55 doses

Ingredientes:
1 chávena / 130g de carbonato de sódio
¼ chávena / 60g de ácido cítrico (encontrado facilmente em farmácias)
¼ chávena / 60g de sal-gema/sal grosso integral
10 a 15 gotas de óleo essencial de um citrino (Opcional. Os óleos essenciais de laranja, limão ou toranja têm propriedades de limpeza e também antibacterianas.)
Vinagre branco (no compartimento do abrilhantador)

Preparação:
Juntar os 3 primeiros ingredientes num recipiente hermético e misturar bem. Juntar o óleo essencial e misturar novamente. Colocar um “agente desumidificante”, para evitar que fique em pedra. Eu uso uma meia ou um bocado de uns collants antigos com arroz ou aquela areia das caixas dos gatos, bem fechado.
Dose: usar 1 colher de chá para uma máquina “normal” ou 1 colher de sopa para uma máquina com loiça muito suja ou gordurosa.

Homemade Borax-Free Dishwasher Detergent

Detergente Caseiro para a Roupa

Para a máquina da roupa


A nossa querida Ania d'A arca do Necas fez "detergente da roupa, simples, rápido cheira bem e deixa a roupa bem lavada. E o ambiente, a nossa pele e a nossa carteira agradecem." 

 Ela partilhou a receita:
 «40g de sabão Marselha ralado (usar o descascador e batatas e ultra rápido e eficaz!) (Eu ponho 25g de sabão Marselha e 15g se sabão de flor de laranjeira - podem usar só sabão Marselha ou outro sabão neutro de origem vegetal.) 
1lt de água a ferver 
 1 colher sopa de bicarbonato de sódio 
 1 colher sopa de vinagre
 Umas gotas de lavanda ou eucalipto ou limão.

  Mistura-se tudo (convém ser com a varinha por ex) deixar arrefecer e está pronto a usar! Convém agitar a embalagem antes de usar. 
 Se podia ser mais fácil? Talvez mas eu cá acho que é muito boa esta opção!»





+-550g / até 40 doses

Ingredientes:
1 sabonete de glicerina vegetal ralado (uso a bimby, mas também se consegue num ralador de cenoura) – 0,40€
1 chávena / 120g de carbonato de sódio
½ chávena /120g de bicarbonato de sódio
½ chávena / 60g de ácido cítrico (encontrado facilmente em farmácias)
¼ chávena / 60g de sal-gema/sal grosso integral

Preparação:
Ralar o sabonete e juntar os restantes 4 ingredientes. Misturar bem. Guardar num recipiente hermético e colocar um “agente desumidificante”, para evitar que fique em pedra. Eu uso uma meia ou um bocado de uns collants antigos com arroz ou aquela areia das caixas dos gatos, bem fechado.
Dose: usar 1 colher de sopa para uma carga normal de roupa ou 2 colheres de sopa para uma máquina com maior capacidade ou roupa muito suja.

Homemade Borax-Free Laundry Detergent

**** o bórax é bom para branquear: junta-se à água do último enxaguamento uma colher de sopa de bórax por cada 10l de água (tem que se ver a capacidade da máquina); ou deixar de molho em bicarbonato de sódio ou vinagre antes de lavar.

Diferença entre Cânhamo e Cannabis

image for article

Os termos de cânhamo e cannabis/maconha (frequentemente referido como “marijuana ou maconha”) são muitas vezes usados ​​como sinônimos, embora eles carregam conotações distintas que você deve se familiarizar.
O que é cânhamo? Entenda as diferenças entre cânhamo e maconha

Diferenciação entre cânhamo e cannabis/maconha

A proibição tem estimulado a falta de educação em torno da planta cannabis. Isto levou a inúmeros rumores sobre o que faz com que o cânhamo se  diferencie de cannabis. Tudo a partir de “plantas de cânhamo são do sexo masculino e plantas de cannabis são do sexo feminino” a “cannabis é uma droga e os outros não é” são incorretamente sendo pregado como conhecimento comum aos espectadores desavisados. Então, como são estes termos deveria ser usado? Vamos descobrir.
“Health Canada define como produtos de cânhamo Cannabis Sativa que contenham menos de 0,3 por cento de THC, ao passo que a legislação dos EUA define o cânhamo como todas as partes de qualquer Cannabis Sativa planta que não contém propriedades psicoativas, exceto para exceções definidas.”
a08fig01 (1) (2)De acordo com um estudo 1976 publicado pela Associação Internacional de Taxonomia Vegetal concluiu que “ambas as variedades de cânhamo e variedades de maconha são do mesmo gênero,  Cannabis, e da mesma espécie,Cannabis Sativa. Além disso, existem inúmeras variedades que se enquadram em outras classificações dentro da espécie Cannabis Sativa. ”
No entanto, dependendo de como a  planta é cultivada e utilizada determinará cujo termo é correto. Por exemplo, o termo cannabis (ou marijuana) é usado para descrever uma Cannabis Sativa planta, que é criada pelas suas potentes, glândulas resinosas (conhecido como tricomas). Estes tricomas contêm grandes quantidades de  tetra-hidrocanabinol (THC), o canabinóide mais conhecido por suas propriedades psicoactivas.
cânhamocânhamo, por outro lado,  é utilizada para descrever uma Cannabis Sativa  planta que contém apenas quantidades vestigiais de THC. O cânhamo é uma planta de crescimento elevado, tipicamente criados para usos industriais, tais como óleos e pomadas tópicas, bem como de fibra para a roupa, construção, e muito mais.
Apenas os produtos feitos a partir de cânhamo industrial (menos de 0,3% THC) são legais para vender, comprar, consumir, Este fator único (0,3%) é como a maioria daspessoas a distinguem entre o que é classificado como “cânhamo” e que é classificado como “cannabis”. Esse limite tem levado a controvérsia em massa (por uma boa razão), que vamos mergulhar em um pouco mais tarde . Mas, primeiro, vamos dar uma olhada em como o cânhamo é utilizada em todo o mundo.

b
Usos industrial do cânhamo

Do fato de cânhamo e acessórios para dietas e cosméticos , a planta é aparentemente encontrado em toda parte que você olha. O cânhamo pode ser feita em cera, resina, corda, papel e pano e combustível, entre outras coisas.

Cânhamo para o papel

Uma das razões cânhamo é tão valiosa é devido à sua duração e a resistência da fibra. Estas fibras longas da fibra têm sido utilizadas para fazer papel quase para 2 mil anos. Thomas Jefferson redigiu tanto a Declaração de Independência e a Constituição dos Estados Unidos em papel de cânhamo.
fibra caAté o início do século 19, cânhamo e linho foram as duas principais matérias-primas para papel. Em tempos históricos, o papel foi processada a partir de cânhamo de trapo. Usando o cânhamo diretamente para o papel foi considerado muito caro, devido à sua falta de demanda no momento. Papel à base de madeira entrou em uso quando polpação mecânica e química foi desenvolvido em meados dos anos 1800 na Alemanha e na Inglaterra. Hoje em dia, pelo menos 95% de papel é feita a partir de polpa de madeira. Isso faz muito sentido quando se considera o cânhamo pode facilmente produzir muito mais  papel por acre  do que as alternativas de polpa de madeira.
papel de cânhamoO processo de papel de cânhamo também utiliza menos energia e menos produtos químicos do que o processamento de papel árvore e não cria as dioxinas nocivas, clorofórmio, ou qualquer um dos outros 2.000 compostos orgânicos clorados que foram identificados como subprodutos do processo de papel de madeira.
Cânhamo para a Alimentação
Estudos têm mostrado consumo de sementes de cânhamo cru pode ajudar a baixar a pressão arterial e colesterol, acelerar a perda de peso, melhorar o sistema imunológico,download controlar os níveis de açúcar no sangue, e até mesmo reduzir a inflamação. Isso faz com que as sementes de cânhamo extremamente nutritivo. Eles contêm um conjunto de aminoácidos essenciais e ácidos graxos. Isto pode explicar porque a indústria “cânhamo para alimentação” está crescendo rapidamente e aumentou mais de 300 por cento, para uma estimativa de 25.000 produtos, nos últimos anos.
óleo de cânhamoEm sua forma bruta, o cânhamo tem a segunda maior quantidade de proteína de qualquer comida (soja sendo o mais alto). No entanto, porque a proteína da semente de cânhamo assemelha-se mais a proteína encontrada no sangue humano, é muito mais fácil de digerir do que a proteína de soja. As sementes de cânhamo pode ser consumido inteiro, pressionado em óleo, ou moído em farinha para o cozimento.
Nos Estados Unidos, os produtos derivados de sementes de cânhamo, como, barras energéticas de sementes de cânhamo, farinha de semente de cânhamo e óleo de cânhamo – estão amplamente disponíveis em lojas de alimentos naturais, como a Whole Foods ou supermercados Trader Joe.

Cânhamo corpo e saúde

Óleo de semente de cânhamo é perfeitamente adequado para o cabelo e cuidados com a pele. Seu valor nutritivo, combinada com a sua hidratação e reposição EFA, torná-o um a das melhores bases vegetal de cuidado com o  corpo. EFA complemento de óleo de semente de cânhamo inclui ácidos graxos poliinsaturados, ômega-3, ômega-6, ácidos graxos ômega-9, ácido linoleico e gama linoléico (GLA do). Embora eles são muito eficazes na manutenção do cuidado da pele, GLA do raramente são encontrados em óleos naturais. O cânhamo é uma excelente fonte de GLA do.
Além disso, o óleo derivado de sementes de cânhamo tem se mostrado promissora no tratamento de eczema  (pele seca crónica) nos pacientes, embora o óleo de cannabis planta inteira tem sido provado ser mais eficaz no tratamento de doenças de pele mais graves, como  câncer de pele.

Cânhamo para combustível

As sementes de cânhamo têm fornecido um óleo combustível combustível ao longo da história humana.Basicamente, o cânhamo pode fornecer dois tipos de combustível:
1.  Hemp biodiesel – feito a partir do óleo da (pressionado) sementes de cânhamo. fuel
2.  Hemp etanol / metanol – feita a partir do caule fermentado.
O conceito de utilização de óleo derivado de vegetais como combustível do motor não é nada novo. Em 1895, o Dr. Rudolf Diesel desenvolveu o primeiro motor diesel para funcionar com óleo vegetal – óleo de amendoim para ser exato. Quando você pressiona as sementes de cânhamo e extrair o óleo, na verdade você está criando cânhamo biodiesel. Além disso, por meio de processos tais como gaseificação, cânhamo pode ser usado para fazer tanto o etanol e metanol.

A Controvérsia de classificar cânhamo vs Cannabis.

A definição internacional de cânhamo (em oposição à cannabis) foi desenvolvido por um pesquisador canadense, em 1971, que atende pelo nome de Ernest pequeno. Arbitrário limite de THC de 0,3 por cento pequeno tornou-se padrão em todo o mundo como o limite oficial para o cânhamo legal, depois que ele publicou um livro pouco conhecido, mas muito influente intitulado  The Species Problem in Cannabis
“Não há qualquer ponto natural em que o teor de canabinóide pode ser usada para distinguir estirpes de cânhamo e maconha. – Ernest Small “
Neste mesmo livro, Pequeno discute como “não há qualquer ponto natural em que o conteúdo de canabinóides pode ser usado para distinguir as estirpes de cânhamo e maconha.” Apesar disso, Pequeno continuou a “desenhar uma linha arbitrária no continuum de tipos de cannabis, e decidiu que 0,3 por cento de THC em um lote peneirada de flores de cannabis era a diferença entre cânhamo e maconha. “Como você pode imaginar, isso levou a alguma controvérsia e confusão sobre o que realmente constitui a diferença entre cânhamo e maconha.
Além disso, sua localização vai determinar o seu entendimento do que constitui cânhamo vs cannabis. Por exemplo, a Health Canada define como produtos de cânhamo Cannabis Sativa  que contenham menos de 0,3 por cento de THC, ao passo que a legislação dos EUA define o cânhamo como todas as partes de qualquer Cannabis Sativa planta que não contém propriedades psicoativas, exceto para exceções definidas.
Um recente processo judicial entre  Hemp Industries Association v. DEA  concluiu que “o DEA pode regular géneros alimentícios que contêm THC natural se ela está contido dentro de maconha, e pode regular THC sintético de qualquer tipo. Mas eles não podem regular de ocorrência natural THC não contidos ou derivados de maconha, ou seja, não psicoactivo products- cânhamo, porque cânhamo não psicoactivo não está incluído no Anexo I. ”